Grau

Guia completo de primeiros socorros: Saiba como agir em situações de emergência

Por: Grau Profissionalizante

11/10/2023

Lidar com uma situação de emergência é algo com que não esperamos no nosso dia a dia, mas também é importante ter noções básicas sobre primeiros socorros, para em casos de necessidade, você saber como agir da maneira correta, até que os profissionais sejam acionados e cheguem ao local. Pensando sobre este assunto, decidimos trazer no texto de hoje, algumas dicas de como realizar essas ações de socorro.

Conhecer noções básicas de primeiros socorros é essencial para poder oferecer ajuda rápida e efetiva em situações de emergência, aumentando as chances de sobrevivência e recuperação dos afetados. É uma habilidade valiosa que todos deveriam aprender.

Saber o que fazer em caso de acidentes ou emergências médicas, como paradas cardíacas, afogamentos, queimaduras ou crises de alergia, permite agir rapidamente até que a ajuda profissional chegue ao local. Os primeiros socorros adequados podem minimizar o agravamento de lesões ou doenças, evitando complicações e promovendo uma recuperação mais rápida.

Em certas situações, como fraturas ósseas ou sangramentos intensos, o atendimento imediato e adequado pode ajudar a estabilizar a condição do paciente até a chegada de assistência médica especializada. Ao conhecer técnicas básicas de primeiros socorros, é possível dar os primeiros passos no controle de sangramentos, imobilização de lesões, reanimação cardiopulmonar e outros procedimentos que podem evitar danos maiores ao paciente.

Ao ter conhecimentos de primeiros socorros, você se sentirá mais confiante e preparado para lidar com situações de emergência, o que proporciona tranquilidade para agir de forma eficiente e segura. Por ser uma situação de estresse, quanto mais calmo você conseguir permanecer, mais controle da situação você terá, também passando confiança ao acidentado.

Continue com a gente, para saber as dicas necessárias para efetuar os primeiros socorros.

No texto de hoje, você vai encontrar os tópicos:

Princípios fundamentais dos primeiros socorros

Antes de explorarmos mais sobre as dicas necessárias de como fazer primeiros socorros, achamos que seria interessante trazer os fundamentos principais sobre a realização desses procedimentos. Gostaríamos de deixar claro que, este auxílio deve ser realizado por pessoas treinadas e qualificadas, pois uma intervenção inadequada pode causar danos à vítima.

Mas também entendemos que nem sempre estamos com um profissional da área da saúde ao nosso lado e precisamos tomar uma ação imediata para preservar a vida daquele que necessita de ajuda, de forma rápida e eficiente.

Por isso, já tenha em mente que, por mais que você saiba efetuar essas manobras, sempre busque ajuda profissional, depois de realizar o primeiro atendimento.

Os princípios fundamentais dos primeiros socorros são:

  • Preservar a vida: o objetivo principal dos primeiros socorros é evitar a morte ou o agravamento do estado de saúde da pessoa ferida ou doente.
  • Prevenir complicações: as manobras de salvamento devem ser realizadas de forma a prevenir complicações adicionais, como infecções, lesões secundárias ou agravamento do estado da vítima.
  • Promover o bem-estar: esta assistência deve ser feita de forma a acalmar e tranquilizar a vítima, proporcionando conforto e alívio da dor ou desconforto.
  • Garantir a segurança: é fundamental garantir a segurança da vítima, bem como dos socorristas e outras pessoas presentes no local. Medidas de segurança devem ser tomadas para evitar riscos adicionais.
  • Agir de forma adequada: é importante agir de acordo com os conhecimentos e habilidades em primeiros socorros, evitando ações desnecessárias ou que possam piorar a situação.
  • Chamar ajuda profissional: em casos mais graves ou quando os primeiros socorros não são suficientes, é fundamental chamar ajuda profissional imediatamente, como serviços de emergência médica.

Agora que já temos isto em mente, vamos para as dicas de procedimentos de primeiros socorros, no próximo tópico.

Dicas de como agir em caso de emergência

Separamos aqui, 4 casos bem comuns de acontecerem em locais sem a presença de um profissional de Atendimento Pré-Hospitalar.

As orientações específicas para lidar com situações como ferimentos, queimaduras, engasgamento, parada cardíaca e outros podem variar de acordo com a gravidade e a natureza do problema.

No entanto, aqui estão algumas diretrizes gerais a serem seguidas:

  1. Ferimentos:
Bombeiro Civil, ajudando na levada de um paciente na ambulância.
  • Lave bem as mãos antes de lidar com o ferimento;
  • Aplique pressão direta sobre a área ferida para controlar o sangramento;
  •  Limpe a ferida com água limpa ou solução salina;
  •  Cubra o ferimento com um curativo limpo e não aderente;
  • Busque cuidados médicos se o ferimento for profundo, cortante, suspeito de infecção, ou se houver sangramento intenso que não pare.
  1. Queimaduras:
  • Remova a pessoa do local onde ocorreu a queimadura;
  • Resfrie a queimadura imediatamente com água fria corrente por no mínimo 10 minutos;
  •  Não use gelo, manteiga ou pasta de dente na queimadura;
  • Cubra a queimadura com um curativo estéril ou pano limpo;
  • Busque cuidados médicos se a queimadura for grave, cobrir uma grande área do corpo, ou for nas mãos, pés, face, genitais ou articulações.
  1. Engasgamento:
  •  Se a pessoa estiver tossindo, encoraje-a a continuar tossindo para expelir o objeto;
  • Se a pessoa não estiver tossindo, incline-a para a frente e dê até cinco palmadas nas costas entre as omoplatas;
  • Se a obstrução persistir, faça a “Manobra de Heimlich”. Fique atrás da pessoa, coloque os braços em volta da cintura, faça um punho com uma mão e coloque-a acima do umbigo, segure o punho com a outra mão e aplique uma pressão vigorosa para dentro e para cima até que o objeto seja expelido ou a pessoa desmaie;
  • Busque cuidados médicos imediatamente se a obstrução não for resolvida.
  1. Parada cardíaca:
  • Peça ajuda imediatamente e ligue para o serviço de emergência;
  •  Inicie a ressuscitação cardiopulmonar (RCP) fazendo compressões torácicas. Coloque as mãos no centro do peito e empurre cerca de 5 cm de profundidade, comprimindo o peito a uma taxa de 100-120/min;
  • Se souber fazer, também realize respiração boca-a-boca (ventilações de resgate) intercaladas com as compressões torácicas;
  • Continue a RCP até a ajuda profissional chegar ou até que a pessoa comece a se mexer.

Ter um Kit de primeiros socorros também é uma ótima dica a ser seguida. Montar este kit básico é uma medida importante para estar preparado para situações de emergência em casa, no carro ou em viagens. Este kit deve conter os seguintes itens básicos: luvas descartáveis, tesoura, compressas esterilizadas, esparadrapo, ataduras e bandagens.

Os materiais como, gaze estéril, antisséptico (como álcool 70% ou solução de iodo), analgésicos (como paracetamol ou ibuprofeno) e medicamentos específicos para alergias ou problemas crônicos de saúde, também são necessários.

É importante lembrar que essas orientações são apenas sugestões gerais e não substituem o treinamento adequado no auxílio em situação de emergência. Sempre consulte um profissional de saúde ou serviço de emergência para obter ajuda adequada em situações de emergência.

Falando em profissionais da área de socorro, vamos conhecer mais sobre ele e a sua formação, no tópico a seguir.

Conheça o profissional de Atendimento Pré-Hospitalar

O Curso Profissionalizante de Atendimento Pré-Hospitalar (APH), é voltado para capacitar profissionais que atuam no atendimento de emergências médicas fora do ambiente hospitalar, como em acidentes de trânsito, situações de trauma e outras ocorrências que requerem cuidados imediatos.

O conteúdo do curso envolve Conceito de APH; Noções de Anatomia e Fisiologia Humana, Biossegurança, Cinemática do Trauma, Abordagem inicial (ABC do trauma)/ O2, RCP/ Noções de eletrocardiograma, TCE/TRM Trauma Torácico e Abdominal, Trauma Osteomuscular e hemorragias, Assistência ao Parto Normal, Atendimento ao Queimado/Choque elétrico, Atendimento ao Afogado/ Crise Convulsiva, Técnica de abordagem Inicial, Prática de RCP, Prática de Imobilização e Simulação de atendimento.

Várias empresas buscam por profissionais da área da saúde, para dar uma maior estabilidade aos seus funcionários. Empresas como o SAMU e hospitais particulares estão sempre em busca desse tipo de profissional.

O profissional também pode atuar em setores, como: indústrias, shoppings, condomínios, estádios ou locais de eventos, além de parques e áreas de conservação, entre outros.  

Gostou do nosso texto de hoje? Deixa aqui nos comentários a sua opinião. Mas antes de irmos embora, temos uma indicação de conteúdo, aqui mesmo do blog, que fala sobre outra área de atuação, no setor da saúde, mas de extrema importância para os idosos.

Leia sobre “Bem-estar e saúde dos idosos”, clicando aqui.